Páginas

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

INVESTIMENTOS - HELDER, ERALDO PIMENTA E GILSINHO EM AÇÃO



URUARÁ SERÁ CONTEMPLADO COM CINCO SISTEMAS SIMPLIFICADOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Por: Cirineu Santos

Os ministros da Integração Nacional, Helder Barbalho, e de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, divulgaram hoje (21), em Altamira (PA), ações para garantir a ampliação da oferta de água e energia elétrica a milhares de famílias paraenses.

O Deputado Estadual Eraldo Pimenta, apresentou as demandas dos Municípios da região e o prefeito Gilson Brandão, entregou aos ministros, documentos cobrando recursos urgentes para Uruará. 

O anúncio de cidades contempladas pelo programa Água para Todos e o lançamento da segunda etapa do Luz para Todos na região de Belo Monte foi realizado no Centro de Convenções do município, às 10 horas.

Com investimentos de R$ 20 milhões, comunidades de 26 municípios do Pará serão beneficiadas neste ano com a instalação de 94 sistemas simplificados de abastecimento de água, Uruará, serão cinco sistemas.

Participaram do evento, além do prefeito Gilson Brandão, os vereadores Raimundinho Bié, Leonardo Alves, Cicero Nascimento, Dinho, Gilmar Milanski, Zenilson Negão, Mateus Sousa, Jachison de Oliveira, Adrinaldo Martins e Celino Marizeira.










terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

URUARÁ: COM A LEI DO REFIS O CONTRIBUINTE PODE PARCELAR DÍVIDA EM ATÉ 24 VEZES




JÁ ESTÁ VALENDO A LEI DO REFIS EM URUARÁ



Após ser aprovado por unanimidade na Câmara Municipal no dia 30 de janeiro deste ano e sancionada pelo Executivo Municipal no dia seguinte, 31, o Programa de Recuperação Fiscal (REFIS) no Município de Uruará, lei de nº 518/2017, já está em vigor. O contribuinte tem até o mês de outubro para aderir ao programa.



O contribuinte pode pagar seus impostos como IPTU, ISS, entre outros, que estiverem na dívida ativa do município, parcelando em até 24 vezes seu débito. Como informou Jaime dos Santos Junior, assessor jurídico da prefeitura municipal. “O Contribuinte que tiver com débitos com o município nos últimos 5 anos até 31 de dezembro de 2016, inscrito ou não em dívida ativa, ele poderá fazer um parcelamento em até 24 meses para a quitação desses débitos com a correção monetária de 0,5%, que seria um juro moratório. Mas se o contribuinte tiver interesse em pagar a vista ele terá 100% de isenção das multas, juros e correção monetária, ou seja, ele irá pagar apenas o valor principal que ele estiver devendo, mas também ele tem outras opções em que poderá optar por pagar em 6 parcelas, 12 parcelas e 24 parcelas. O contribuinte tem até o mês de outubro para aderir ao Refis”, explicou.



Pagando a vista o contribuinte tem isenção total de qualquer acréscimo de juros e multas, pagando apenas o valor principal da dívida. Ao optar em pagar em até 6 parcelas mensais o contribuinte terá um desconto de 80% dos juros e multas. Caso optar por pagar em até 12 vezes o contribuinte terá um desconto de 60%. Ou caso deseje o contribuinte poderá optar ainda em pagar em até 24 meses com desconto de 40% dos juros e multas.



Por Joabe Reis

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

EM URUARÁ - SALÁRIO EM DIAS NA GESTÃO DE GILSON BRANDÃO

SALÁRIO DOS SERVIDORES DA PREFEITURA DE URUARÁ É PAGO EM DIAS NA GESTÃO DE GILSON BRANDÃO

Pela 1ª vez na história do município de Uruará (PA) os salários dos servidores público foram pagos de modo antecipado no mês de janeiro de 2017. O prefeito Gilson Brandão (PMDB), que assumiu a prefeitura no 1º dia do ano diz que a intenção é que durante todo o seu mandato o pagamento de salário do servidor municipal seja feito rigorosamente em dias.

Em entrevista ao jornalista Joabe Reis, Gilson Brandão informou que estão sendo adotadas medidas de contenção de gastos para ajustar as contas da prefeitura, mas informou que está buscando medidas para fomentar a geração de emprego e renda e assim aquecer a economia municipal. “Nós estabelecemos algumas medidas para contenção de gastos, uma delas foi a revisão e ajuste das contas públicas começando pela redução do salário do prefeito, de todos os secretários e do vice-prefeito, reduzimos o número de secretarias, alguns cargos comissionados que não tinham por que existir nós os extinguimos, isto para que pudéssemos concentrar todos os recursos e fazermos o pagamento da folha dos servidores públicos em dias. A nossa intenção é que durante todo o mandato o pagamento seja feito rigorosamente em dias. Nós estamos fazendo toda uma reestruturação da máquina pública, a Secretária de Educação (Silvana Vieira) está fazendo um grande esforço para planejar todo o ano letivo, porque nós tivemos uma redução do orçamento da educação, de 30 milhões de reais em 2016 caiu para 27 milhões de reais em 2017. Lembrando que os maiores recursos eles entram nos três primeiros meses do ano depois declina e só volta a crescer em novembro e dezembro, então nós temos que poupar, nós temos que fazer caixa para a educação, para não passarmos aperto no segundo semestre. Precisamos utilizar bem os recursos que vem para o município, estamos em meio a uma crise e o nosso primeiro mês de governo nós não tivemos recursos do FPM, que é uma das principais fontes de recursos que o município tem para investir e para trabalhar, recurso este que pode ser utilizado como por exemplo, para urbanização da cidade, para fazer as estradas vicinais, para construir pontes, para comprar óleo diesel, para comprar peças e para pagar salários de servidores. Eu acredito que o nosso primeiro mês de governo tem dado resultado. Estamos programando o segundo mês de governo com muito pé no chão”, disse.

O prefeito continuou falando sobre as medidas que estão sendo adotadas para geração de emprego e renda e aquecimento da economia. “Mas nós não estamos apenas fazendo economia e controlando gastos, paralelo a isto nós estamos iniciando um trabalho de incentivo a economia do nosso município. Sabemos da crise econômica que Uruará vive, assim como a região e o país, e nós vamos adotar algumas medidas para incentivar o aquecimento da nossa economia. Tivemos uma reunião nesta terça-feira, 31, com todo o setor florestal do município propondo para eles um pacto pela madeira legal, a gente propôs um pacto para trazer esses empresários para a legalidade, para apoiar aqueles que estão na legalidade e aqueles que ainda não estão trabalhando de forma sustentável nós vamos propor algumas medidas que possam ajudar esses empresários a trabalhar de forma correta e idônea e com isto seja possível gerarem emprego de qualidade e de forma segura no nosso município. A gente precisa aquecer a economia de Uruará, precisamos estimular a geração de emprego e de renda. Não vamos estimular apenas na área florestal, estamos organizando a nossa equipe, estamos pensando em alternativas também para dar uma aquecida na questão da produção agrícola, da produção pecuária, para que assim a gente possa melhorar o nosso comércio, melhorar o setor de serviços e assim gerar emprego e renda, porque a situação do município de Uruará é de calamidade mesmo. A gente vê na porta do município todos os dias muitos pais de família indo em busca de um emprego e a prefeitura não tem condições de absorver toda esta demanda de emprego que está surgindo, o índice de desemprego atual é um dos maiores de toda a história do município. Preocupado com isto o governo municipal está propondo algumas ações para amenizar essa questão da crise”, destacou.

Gilson Brandão informou ainda que a Prefeitura acumulou muitas dívidas e diversos problemas que fizeram o município mergulhar num gigantesco abismo financeiro. “Nós iniciamos um governo assumindo a prefeitura com muitas dívidas. Encontramos mais de 700 mil reais de dívidas com a rede Celpa, que são dívidas de contas de energia atrasadas. Nós encontramos dívida previdenciária com o INSS gigantesca e o INSS está debitando da nossa conta todo nosso FPM, só no mês de janeiro foi descontado mais de 1 milhão de reais do FPM. A Caixa Econômica está nos cobrando recursos que o município deixou de passar dos consignados, ou seja, que a prefeitura descontou dos funcionários e não repassou para a caixa. Além de inúmeros outros problemas que fizeram com que o município mergulhasse num abismo financeiro gigantesco. E para fazermos frente a tudo isto precisamos adotar algumas medidas de contenção de gastos, as nossas despesas precisam caber no nosso orçamento, a gente não pode gastar mais do que a gente arrecada e por isto são necessários estes ajustes para que o município de Uruará volte a ter saúde financeira”, esclareceu o prefeito.

Perguntado sobre o adicional de insalubridade que não constou no pagamento salarial de janeiro, Gilson Brandão garantiu que este benefício garantido por lei aos trabalhadores que exercem função em locais de risco, será pago nesse mês de fevereiro, segundo o prefeito quem tiver direito ao adicional salarial de insalubridade irá receber.

Outra noticia é que hoje, dia 02/02, já saiu o pagamento dos salários dos Agentes Comunitários de Saúde.

O prefeito de Uruará, Gilson Brandão (PMDB), disse que o Governo Municipal está adotando medidas para contenção de gastos e para a geração de emprego e renda em Uruará (PA), disse ainda que está em busca do justo ajuste nas contas públicas e preparando medidas para geração de emprego e renda.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

DESTAQUE PARA A RAINHA DO CACAU DA TRANSAMAZÔNICA

ELCY GUTZEIT RECEBE PRÊMIO PERSONALIDADES EM DESTAQUE 2017, COMO A RAINHA DO CACAU

Este é o segundo prêmio conquistado em menos de um Mês. Dezembro do ano passado, a Rainha do Cacau, foi premiada no Agropará 2016.

Recebeu nesta última quinta-feira, 26 dejaneiro, na Assembleia Legislativa do Pará – ALEPA, o prêmio Personalidades em Destaque 2017 do Pará, como a Rainha do Cacau, a empresária da Transamazônica, Oeste do Pará, no ramo cacaueiro, Elcy Gutzeit, da fazenda Panorama.


Durante a cerimônia, Elcy Gutzeit, frisou estar bastante feliz em poder representar a Transamazônica nesta cultura de sustentabilidade. “Estamos divulgando o cacau – o manjar dos deuses a todo o Estado do Pará e em todo o País. Esta premiação significa que nosso trabalho está sendo reconhecido, pois a cultura do cacau é de grande importância na sustentabilidade da região. Além disso, o cacau entra como árvore de reflorestamento. Outro aspecto importante na lavoura é a geração de emprego e renda. O cacau é o carro chefe da transamazônica. E, mesmo com as oscilações de preço na Bolsa de Valores, fazemos de tudo para produzir um cacau de qualidade”, disse.

A Fazenda Panorama, localizada no km 140, zona rural do Município de Uruará (PA), é de propriedade da família Gutzeit. Além de Elcy Gutzeit, administra a fazenda, a empresária Eunice Gutzeit, que trabalha com diversificação e exportação do produto; já, o filho de Elcy, Helton Gutzeit, desenvolve o processo tecnológico na fazenda. “Toda a família se empenha. Esta união é muito significativa”, aponta.

Elcy Gutzeit destacou ainda, que a produção de cacau mantém a sobrevivência das comunidades na região da Transamazônica, principalmente nos Municípios de Uruará e Medicilândia, e, isto vem sendo o principal gerador de divisas no Estado e no País, despertando interesse da comunidade internacional na ajuda, na manutenção e estabilidade política e estabelecendo parceria, com ações visando o aumento de produção e produtividade cacaueira.

De acordo com dados da CEPLAC, para cada 10 hectares de cacau produtivo é gerado de 3 a 4 empregos diretos; e, para cada emprego direto, no processo de fechamento da cadeia produtiva, são gerados 4 empregos indiretos. “Enquanto o pecuarista gera renda para uma ou duas famílias, a cultura do cacau beneficia entre 30 a 40 famílias”, afirmou a cacauicultora.

O cacau da Fazenda Panorama compõe as seguintes características: precocidade, que é produzir mais cedo; longevidade, que é uma vida mais longa da planta e produtividade e tolerância. “Temos um cuidado para que esta semente seja implantada em solo de boa qualidade, o sucesso de produção é garantido. Para a obtenção das sementes do cacau para a indústria de chocolate, há uma série de fases, desde a colheita até o final, passando pela quebra dos frutos, fermentação em cochos, secagem e armazenamento por até 90 dias”, explicou Elcy Gutzeit.

O Cacau é uma das frutas mais antigas domesticadas pelo homem, tendo sido muito utilizada pelos maias e astecas, sendo considerada sagrada e até valendo como moeda. O fruto do cacau é uma baga grande, com 15-25 cm de comprimento, com 20 a 50 sementes, envoltas por uma polpa adocicada e esbranquiçada, sendo a casca amarela ou roxa. 

Pelo rendimento médio, para obter-se 750 kg de cacau, usam-se 1.875 kg de sementes frescas, podendo-se obter vários produtos residuais, tais como mel, geleia, vinagre, polpa, néctar e outros. 

Apesar de as sementes serem a parte principal do fruto do cacau, há crescente interesse pela sua polpa. Segundo o tipo e a forma da semente, há diferentes tipos de cacau, chamados criolo, forasteiro e trinitário, além do comum, este mais amargo que o primeiro. 
Os frutos das variedades tipo criolo são grandes, com casca mais fina e rugosa, cor amarela ou alaranjada quando maduros, com sementes grandes, de cor branca a violeta pálida, com alto teor de polpa dando produto superior de qualidade. 

Por: Cirineu Santos

MEDICO OFTALMOLOGISTA DR. JOÃO CARLOS - A HISTÓRIA

DR. JOÃO NETO, MEDICO OFTALMOLOGISTA, ESTARÁ ATENDENDO NO MUNICÍPIO DE URUARÁ (PA), NO MÊS DE FEVEREIRO 

Por: Cirineu Santos

Estará atendendo no Município de Uruará (PA), nos dias 07, 08 e 09 de fevereiro, um dos mais conceituados médico oftalmologista do País, com mais de 15.000 cirurgias realizadas.

Trata-se do Dr. João Neto, especialista em oftalmologia, doenças orbitárias, doenças das vias lacrimais, glaucoma, cirurgia refrativa, córnea e catarata.

Dr. João Neto iniciou sua história literalmente de baixo. De família pobre, morador no bairro da Baixada, zona Sul da cidade de Uruará, iniciou seus estudos na Escola Melvin Jones. Dalí seguiu para o IATAI e, de lá foi pra São Paulo, onde concluiu o Ensino Médio como aluno industriário no IASP em Hortolândia. 

Motivado por um sonho de infância, Dr. João Neto, foi cursar Medicina na Universidade Federal do Pará - UFPA, concluindo o curso no ano de 1999.

Após terminar Medicina, Dr. João Neto, veio trabalhar em Uruará como clínico geral, mas ficou pouco tempo, pois foi convocado para a Marinha do Brasil onde serviu como oficial no Navio Hospital Carlos Chagas, que tem como missão principal levar assistência médica à população ribeirinha dos estados da Amazônia. Nesse período, viajou pelos Estados do Pará, Amazonas e Acre. 

Ele conta que foi uma grande experiência. “Atendemos centenas de famílias que tanto necessitava de assistência médica hospitalar. Foi um ano intenso. Um ano feliz. Muito trabalho. Muito aprendizado. Um ano de serviço ao próximo, ao semelhante, aos ribeirinhos. Um ano de serviço à pátria!”, contou.

Ao final deste ano, Dr. João Neto prestou prova e passou para realizar a residência médica de oftalmologia. “Foram mais três anos de muito estudo, seminários, congressos, aulas, pesquisas, plantões, cirurgias, aulas, mais aulas... cirurgias... viagens... aulas.... cirurgias... A cada dia que passava o conhecimento ia aumentando. Foi uma época de muito aprendizado e aprimoramento. Foram três anos de estudo só sobre os olhos", relatou.

Mas, todos os esforços valeram à pena. O médico aprendeu a operar com alguns dos melhores cirurgiões do Brasil, como Dr. Jacob Moyses Cohen, o Dr. Walton Nosé, Leonardo Bivar, Leila Suely Gouveia entre outros. Hoje, o Dr. João Neto contabiliza mais de 15.000 cirurgias realizadas e, sente segurança para operar os casos mais difíceis. 

Para o Dr João Neto exercer a medicina é como sacerdócio. “Fazer o bem sempre. Os pacientes podem ter a certeza de que fazemos todos os esforços possíveis para recuperar e melhorar a qualidade de vida de cada um”, disse.

Mas, o que mais impressiona seus pacientes é o carinho com o qual os mesmos são atendidos, ouvindo atentamente suas queixas e os examinando. 

Dr. João Neto é um médico competente e comprometido com seus pacientes. 

Em Uruará, o Dr. João Neto já operou centenas de pacientes. Todas as cirurgias realizadas com sucesso! 

No período de 07 a 09 de fevereiro, estará em Uruará novamente, atendendo e operando na clínica Morumbi.

Agende já sua consulta e cirurgia de catarata, pelo Telefone 093 99149-0810 (WhatsApp), falar com Vanessa da Lotérica.

Pesquisar este blog