Páginas

quinta-feira, 2 de julho de 2015

ASSALTO ÀS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM URUARÁ: RESULTADOS

INDEFINIÇÃO NA REABERTURA DO BANCO DO BRASIL PROVOCA SUPERLOTAÇÃO NOS CORREIOS DE URUARÁ

A população de Uruará está revoltada com a Agência do Banco do Brasil. Todos os dias, segundo os clientes, como é o caso do senhor Francisco das Chagas da Silva, morador do bairro da Vila Brasil a informação de que a agência volte a funcionar e quando chegam à agência a história é a mesma. “Está fechada! A informação é de que vai abrir e não abre. Sentimos-nos prejudicados! Ficamos desorientados. As faturas vencidas. Queremos sacar ou depositar, fazer alguma movimentação financeira e, não conseguimos”, disse.

Com isso, a única solução é recorrer o atendimento via correios, onde a agência de Uruará tem ficado sobrecarregada, e não tem como atender a todos.

Nesta quarta-feira, 01, dezenas de clientes e usuários se revoltaram enfrente a agência dos Correios, como foi o caso do senhor Raimundo Silva. “Como cidadãos de bem que pagamos nossos impostos não precisamos passar por uma situação desta. São mães com crianças no colo. Deficientes e idosos querendo receber seus benefícios e, a agência do Banco do Brasil não abre. Somos obrigados a vir aqui nos Correios e o atendimento aqui é limitado. Espero que o Poder Público tome uma atitude urgente”, desabafou.

A dona Rute do Bairro Pimentolândia disse que é não agüenta mais esta situação. “Sou uma senhora de 60 anos e tenho que vir aqui pra receber meu benefício. Ao chegar aqui no Centro, o Banco do Brasil fechado. Nem tem previsão de abrir. Na agência do Correios não tem como fazer o saque. Estou com minha família passando fome”, citou.

Dona Maria Lucia falou que falta o alimenta em casa, por não ter como receber e sacar seu dinheiro. “Assaltam o banco e quem paga o preço é a população. Lá em casa, não tem alimento”, relata.
A dona Margarida Rodrigues disse que não resolveu seu problema. “Aqui em Uruará estamos passando uma situação bem triste. Estou vindo aqui desde segunda-feira, e, hoje, segundo os funcionários, não vai ter como liberar o dinheiro. Vou ter que voltar pra casa de novo e vir amanhã (quinta-feira, 02). Até quando vamos ter que viver nesta situação? Cadê as autoridades deste Município? Quando o Banco do Brasil vai abrir?”, questiona.

O portador de Deficiência Joaquim Pinto Mota foi pra casa sem receber seu benefício como disse sua esposa Marilsa Lopes. “A funcionária da agência do Correios disse que não podemos tirar o recurso de seu benefício. O pessoal do Banco do Brasil fica dizendo todos os dias que vai abrir e nunca abre a agência. Vamos ter que ir a Medicilândia tirar o dinheiro. Uma pessoa já é deficiente e tem que passar por estes constrangimentos, pois nenhuma autoridade toma atitude aqui em Uruará”, disse.

O Agricultor Célio Luiz Damasceno, que veio do km 175 disse que demorou mais conseguiu resolver parte de seu problema. “Demorei, mas resolvi parte do meu problema. O problema é que tenho que voltar aqui de novo a semana que vem”, falou.

Desde o dia 10 de junho de 2015, quando houve o assalto simultâneo as agências bancárias do banco do Brasil e banco da Amazônia, o atendimento na agência dos Correios da cidade de Uruará tem ficado sobrecarregado. A grande procura gera superlotação e a até mudou o horário de atendimento.

Com a indefinição de quando a agência do banco do Brasil voltará a funcionar, o acúmulo de pessoas a espera por atendimento nos Correios continuará ocorrendo.

A população não pode ser penalizada por causa da interferência criminosa na agência bancária. Uma solução urgente tem que ser encontrada para interromper essa penalização descabida e refutável imposta aos cidadãos de bem do nosso município.

URUARÁ - ZONA RURAL DESAMPARADA PELA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

PONTE PROVISÓRIA FEITA POR AGRICULTORES É COLOCADA SOBRE O RIO URUARÁ PARA DAR PASSAGEM A MORADORES

Os moradores das vicinais 147, 155, 160 e 165 todas do lado Sul da Transamazônica, estão a 106 dias sem a ponte sobre o rio Uruará, que desabou no dia 15 de março deste ano.

Após inúmeras cobranças por parte da população, e cansados de esperar pelas promessas da Prefeitura a própria comunidade resolveu fazer uma passagem (pinguela) provisória.

O agricultor José Nilson Correia da Silva, conhecido com JX do km 160 Sul falou que foi uma pequena ponte mas, que vai beneficiar centenas de famílias. “todos fomos prejudicados com a queda da ponte do km 165 sul. Estamos há três meses nesta situação e aguardando a prefeitura fazer a ponte. Infelizmente, não fizeram e, se não fosse uma iniciativa da própria comunidade, os próprios agricultores, estaríamos ainda vendo ‘navios’. O prefeito deixa a desejar, só prometeu e não cumpriu. Nem na cidade mora”, disse.

Segundo ele, a construção da ponte provisória vai ajudar muito. ”Com a construção, deixamos de pagar pedágio. Era 3, 5, 10 a 20 reais, dependendo da carga. Às vezes não tínhamos dinheiro”, relatou.

José Nilson disse que são várias famílias sofrendo. “Faltamos chorar. Quando vemos esta cidade do jeito que está, jogada aos urubus. Os urubus tomaram conta. Uruará está parado. Não tem administração!”, desabafou.

O agricultor cobrou mais empenho da Câmara de Vereadores. “E cadê os vereadores? São quatro vereadores contra o prefeito e, os demais todos a favor. A impressão que temos é de que foram comprados. Pelo amor de Deus, amigos vereadores, vamos trabalhar em prol do povo de Uruará. Vamos fazer projetos em benefícios da sociedade. O colono não tem apoio dos vereadores”, afirmou. 

O agricultor disse que não viu nenhuma mudança, tão propagada pela atual gestão municipal. “Mudou! O prefeito mudou para Santarém, porque aqui em Uruará ninguém vê este homem. Se vamos para a Prefeitura não vemos o prefeito lá, e a cidade fica a ver navios, e vamos reclamar pra quem? Aqui nem mar tem”, afirmou.

Não há previsão de construção da ponte. Até quando os moradores terão que esperar pelas ações do Executivo de Uruará? Até quando os moradores terão que se reunir par a fazer as ações que é de responsabilidade do Executivo? Até quando a população ficará a mercê de uma gestão que não se preocupa com os problemas do Povo? Até quando o povo ficará a mercê das obras eleitoreiras?

Acontece que a gestão faz o que quer, as autoridades competentes fingem que não vê o que está acontecendo, nós nos calamos. E tudo fica por isso mesmo?

terça-feira, 30 de junho de 2015

MISS PARÁ 2015 TERÁ CONCORRENTE DE URUARÁ

PELA PRIMEIRA VEZ URUARÁ TERÁ REPRESENTANTE NO MISS PARÁ

O Miss Pará 2015 será a 60ª edição do tradicional concurso de beleza feminino que seleciona a melhor paraense para que esta dispute o título de Miss Brasil. E esta será a primeira vez que o município de Uruará (município da Transamazônica) terá uma representante. O concurso ocorrerá no dia 24 de julho de 2015 e será realizado no Hangar Centro de Convenções da Amazônia em Belém.

A representante uruaraense será a estudante de Ciências Contábeis, Mayrla Sindhel da Luz Moura, 21 anos, que é uruaraense de nascimento. Filha do agricultor Alberto Sales de Moura e da empresária Cláudia Maria da Luz Lima.

Mayrla cedeu entrevista ao jornalista Joabe Reis da Rádio Regional FM 91.3 de Uruará e falou sobre a sua decisão de representar o município no concurso. Veja a entrevista:

Regional: Qual é o sentimento de representar Uruará?
O meu sentimento por Uruará é um sentimento de Amor. Nasci e fui criada nesse município, e é um grande prazer poder representar as mulheres lindas que aqui tem. Eu vou dar o meu melhor, pois com certeza Uruará é a minha terra e eu tenho orgulho de ser Uruaraense.

Regional: Quais são seus objetivos?
Mayrla: Então meus objetivos ... é aonde eu estiver sempre fazer o melhor.

Regional: Do que a Mayrla gosta?
Mayrla: Eu gosto de ler, livros românticos, livro de auto-ajuda...

Regional: Como você se define?
Mayrla: Sou uma pessoa extremamente divertida, carismática. Tenho muita facilidade de interagir com as pessoas. Confesso que as vezes sou um pouco tímida.

Regional: O que te motivou a participar do concurso? Como isso aconteceu?
Mayrla: Tudo começou com uma marcação nas redes sociais e as pessoas começaram a me incentivar dizendo que eu tinha que representar o município. Então a coordenadora geral do oeste do Pará me encontrou e me vez o convite que demorei um pouco para responder, mas decidi por representar a minha terra querida.

Por sua beleza e carisma a representante uruaraense tem grandes chances de ser coroada Miss Pará 2015. Os cerca de 50 mil habitantes do município estarão na torcida para ver e ter uma uruaraense concorrendo no Miss Brasil 2015.
Estamos com você Mayrla Moura.

Ficha da candidata uruaraense:

Nascimento: 07/04/1994
Signo: Áries
Altura: 1,79
Filiação: Cláudia Maria da Luz Lima e Alberto Sales de Moura.
Escolaridade: Estudante do curso de ciências contábeis pela Faeco
Naturalidade: Uruará (PA)
Veste: Le Finesse

Por: Joabe Reis

sexta-feira, 26 de junho de 2015

URUARÁ TERÁ PROMOTOR TITULAR

URUARÁ SERÁ CONTEMPLADO COM PROMOTOR DE JUSTIÇA TITULAR A PARTIR DESTE MÊS DE JULHO

Recebemos com exclusividade a notícia da vinda de um promotor Público Titular para a Comarca de Uruará. As informações são de MARCOS ANTÔNIO FERREIRA DAS NEVES - Procurador Geral de Justiça, com EXCLUSIVIDADE a equipe de Jornalismo da RÁDIO REGIONAL FM 91.3 (http://www.regionalfmuruara.com.br/)

O Procurador-Geral de Justiça do Estado do Pará comunica aos aprovados no XII concurso de ingresso na carreira do Ministério Público e nomeados, que está publicado no Diário Oficial do Estado nº 32914, de 25/6/2015, edital de convocação para opção para lotação em qualquer dos cargos ofertados.

Os cargos disponíveis podem ser consultados no site:
http://www.mppa.mp.br/…/MINISTeRIO%20PuBLICO%20DO%20ESTADO%…

Veja Também a publicação no Diário Oficial do Estado nº 32914

ERALDO PIMENTA EM AÇÃO - DEPUTADO EM BUSCA DE INVESTIMENTOS PARA A REGIÃO

DEPUTADO ERALDO PIMENTA REVINDICA AEROPORTOS PARA MUNICÍPIOS DA REGIÃO OESTE DO PARÁ E ALDEIAS INDÍGENAS

O deputado Estadual do Pará, Eraldo Pimenta (PMDB), se reuniu em Brasília, com Guilherme Ramalho, secretário executivo da Secretaria de Aviação Civil, reivindicando Aeroportos para região e homologações mais desburocratizadas ao Oeste do Pará, br 230, Br 163 e Baixo Amazonas, por se tratar de uma área enorme em extensão territorial e distancia entre um município e outro.

Segundo o Deputado Eraldo Pimenta, é necessário promover estudos de viabilidade para construção de várias pistas de pouso, inclusive licenciamento de pistas particulares, aeródromos e regularização de pistas, também em área indígenas.

Segundo o deputado, o município de Uruará tem uma necessidade particular que por ser pólo, já deveria ter um aeroporto com linhas comerciais diárias.

Eraldo cobrou agilidade na condução do processo de que visa o licenciamento do aeroporto em Uruará, haja vista que desde 2011 a área do Aeroporto já está disponível, sendo conseguida com a colaboração do Dr. Luiz Lazeres, Prefeitura de Uruará e empresários do Município.

Na época, segundo o deputado, foi iniciado o processo de viabilização por parte da Prefeitura quando ele ainda era prefeito, mas o processo não evoluiu, porque depende do governo federal.

Eraldo disse que as negociações para a implantação de aeroportos nos municípios desta região e aldeias indígenas fica mais fácil de ser viabilizada.  Segundo o deputado Eraldo Pimenta, o fato de o Ministro da Aviação Civil, Elizeu Padilha ser do PMDB pode facilitar a construção de aeroportos na região. 

quarta-feira, 24 de junho de 2015

ERALDO PIMENTA EM AÇÃO - REUNIÃO NO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

DEPUTADO ESTADUAL DO PARÁ ERALDO PIMENTA (PMDB), COBRA DO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES MELHORIAS NAS QUESTÕES DE TELEFONIAS MÓVEIS E FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA CIDADES DIGITAIS

O Deputado Estadual Eraldo Pimenta (PMDB), se reuniu nesta quarta-feira (24) no Ministério das Comunicações, em Brasília – DF, cobrando as questões das telefonias móveis e o programa Cidades Digitais que há anos o Município de Uruará foi contemplado com Pontos de Atendimentos (computação) em repartições públicas e Praças da Cidade.

Durante a reunião, o deputado Eraldo falou com o secretário Executivo do Ministério das Comunicações, Luiz Azevedo e Emiliano José, secretário de serviços de Comunicação Eletro. “Fiquei muito feliz, pois durante a reunião, o município de Uruará foi muito elogiado, pois apenas nove municípios foram contemplados com o Cidade Digital em 2010, na época de minha gestão”, disse o deputado Estadual.

Das cidades instaladas foram, Marituba, Conceição do Araguaia, Curuçá, Goianésia do Pará, Tucuruí, Paragominas, Trairão, Itaituba e Uruará

Os pontos que estão funcionando e devem ser gratuitos para a população são: Prefeitura de Uruará, Delegacia de Policia Civil, Fórum, Detran, SEFA, Adepará, Ceplac, Emater, Secretaria de Saúde, Hospital Municipal, Posto de Saúde do Morumbi, Farmácia Popular, Escola Melvin Jones, Escola Ângelo Debiasi, Escola Francisca Lima, Escola Antonio Roque Lopes, IEU, Creche Janelinha do Saber, Sede da SEMAPA - Demutran, SEMMA, CRAS e o Mini-Cras.

Já os Pontos às proximidades da Escola Antonio Roque Lopes, a Praça da Bíblia e da Francisca Lima já deveriam estar em funcionamento. Foi uma das cobranças do deputado Eraldo Pimenta para que se funcione o mais urgente possível. “Estes pontos de internet do Cidade Digital, deveriam estar funcionando para o público. É gratuito! E, assim como os demais pontos, foi uma conquista de minha gestão quando prefeito de Uruará. Volto aqui a Brasília e estou cobrando no Ministério das Comunicações, o por quê ainda não estão em funcionamento nas praças públicas em Uruará”, disse Eraldo Pimenta.

URUARÁ - AGENCIAS DEVE ABRIR CAIXA ELETRÔNICO APÓS ASSALTO

APÓS ASSALTO, CAIXAS ELETRÔNICOS DEVEM VOLTAR A FUNCIONAR HOJE, NO BANCO DO BRASIL DE URUARÁ

14 dias após o assalto ocorrido às agências do Banco do Brasil e Banco da Amazônia na cidade de Uruará, o atendimento nos Caixas eletrônicos da Agência do Banco do Brasil deve iniciar na tarde desta quarta-feira (24) ou a partir de desta quinta-feira, 25 de junho, segundo apurou a reportagem. Com relação ao atendimento interno na referida agência ainda está sem data definida.

O atendimento nos caixas eletrônicos do banco da Amazônia está funcionando normalmente. A agência deve começar com o atendimento interno a partir do dia 13 de julho.

As duas agências foram assaltadas simultaneamente por bando fortemente armado na tarde do dia 10 de junho de 2015.

ERALDO PIMENTA EM AÇÃO - DEPUTADO EM BRASÍLIA

DEPUTADO ERALDO PIMENTA DISCUTE COM MINISTROS EM BRASÍLIA SOBRE O ASFALTO DA TRANSAMAZÔNICA, CACHOEIRA SECA, LUZ PARA TODOS E SEGURANÇA PÚBLICA PARA URUARÁ E REGIÃO

Atendendo ao convite da Assembleia Legislativa do Pará (ALEPA), o Deputado Estadual do Pará, Eraldo Pimenta (PMDB), está em Brasília para cobrar do Governo Federal, melhorias para a região Oeste do Pará.

Em audiência nesta terça-feira (23), o parlamentar se reuniu com o Presidente da Funai, João Pedro; o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso e Eduardo Braga, Ministro  das Minas e Energia.

O deputado Eraldo Pimenta, cobrou celeridade das licenças para a pavimentação das BR 230 - Transamazônica e BR 163.

Com o presidente da FUNAI falou sobre as questões indígenas, e a problemática da Reserva Indígena Cachoeira Seca.  “Alertei para o caos social que poderá ter, casa não aja a demarcação. Nossa proposta é que demarquem as terras para os índios do Igarapé Olhões para cima, ou seja, para a região da terra do meio, lá tem terra não habitada, não antropizada e áreas ainda não alteradas e assim, garanta a permanência das centenas de famílias que residem naquela área há mais de quatro décadas”, disse.

Outra reivindicação do Deputado Eraldo Pimenta, foi investimentos para a Segurança Pública na Região. “Cobrei do Ministério da Justiça aparelhamento para as Policias Civis e Militares e a implantação de pontos da polícia Rodoviária Federal ao longo das Rodovias Transamazônica e BR 163 e reforço da Polícia Federal para a região Oeste do Pará”, cobrou.

Eraldo também, cobrou celeridade no Programa Luz para Todos, onde tem muitas vicinais que ainda não foram atendidas.

domingo, 21 de junho de 2015

INFORMAÇÕES SOBRE O ASSALTO ÀS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM URUARÁ

POLICIA CIVIL E MILITAR PRENDERAM NESTA MADRUGADA HOMEM QUE VIRIA RESGATAR OS ASSALTANTES

Durante a operação e investigações das Polícias Civil e Militar na madrugada deste sábado para domingo (20), prenderam um homem que viria resgatar os assaltantes dos Bancos do Brasil e Amazônia de Uruará.

Segundo o policial Silvio Alex Leal da Silva, o elemento Rubens Cesar da Silva, foi o responsável pelo levantamento das informações dos Bancos e ficou vários dias na cidade passando informações para a quadrilha liderada pelo vulgo "Cearazinho".

Rubens foi preso com o veículo que iria ser usado do resgate, uma L200 outdoor na cor azul. Policiais afirmam que o carro é duble. Rubens, que é da cidade de Santarém, confessou que receberia a quantia de R$10 mil reais.

A prisão foi efetuada no km 200.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

LOTEAMENTOS REGULARES EM URUARÁ

APENAS 17 LOTEAMENTOS ESTÃO REGULARIZADOS NA CIDADE DE URUARÁ

Os loteamentos irregulares proliferam no Brasil e em Uruará o surgimento de loteamentos irregulares não é diferente. Esta problemática tem causado sérios transtornos para os compromissários/compradores de terrenos formados a partir de projetos irregulares. Os reflexos são sensíveis também para os que tenham pagado à vista os lotes.

A chefe do Cartório em Uruará, Ivone Rodrigues Dal Ponte, explicou quais são os loteamentos regularizados e habilitados em Uruará. Ela falou também sobre os terrenos do Centro de Uruará, antiga Agrópolis Uruará, zona sul da cidade.

A cartorária orienta os cidadãos sobre a compra de terrenos e fala ainda sobre àqueles que já compraram um lote em Uruará e sobre a situação das agrovilas na zona rural do município. “Foi feito o projeto e estão registrados os atuais proprietários que adquiriram estes imóveis, os mesmos estão habilitados para fazerem a escritura pública. Eu vou informar a situação dos loteamentos que estão devidamente regularizados, os que eu não mencionar aqui é por quê não estão regularizados, dentro do município e muito menos junto ao Cartório de imóveis. Temos o PROGRESSO I, II, III, IV e IV A; BOA SORTE I; SANTO ANTÕNIO; ZÉ MORENO; NOVA URUARÁ; TUCURUÍ; BETEL; VISTA ALEGRE; SANTA CLARA; VILA BRASIL I e VILA BRASIL II; MORUMBÍ; VILA BONITA I, II e III. Estes loteamentos estão todos regularizados”, disse.

Ela disse que a população e os atuais proprietários tem que se conscientizar, ao adquirir o seu imóvel. “Procure o proprietário para fazer a devida regularização, porque se o terreno não for regularizado você não tem escritura. Tem apenas um contrato de gaveta. Não tem uma legalização do seu imóvel. Ai vem a falecer as partes como já tem dois ou três nesse caso de falecimento, e, tem que esperar o inventário, tem que esperar toda a família legalizar. Isso tem um tempo e às vezes você tem interesse de fazer algum projeto e está impedido de fazer. O cartório fica impedido de se fazer algum procedimento que possa contribuir com a população e não tem como fazer”, finalizou a cartorária.

Ao todo são 22 loteamentos em Uruará, sendo 17 regularizados, 02 em processo de regularização e 03 pertencentes ao Incra e que depende da prefeitura e dos proprietários para regularizar.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

ASSALTO ÀS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM URUARÁ

IDENTIFICADOS 4 DOS ASSALTANTES DOS BANCOS EM URUARÁ. SEGUNDO A POLÍCIA CIVIL, PESSOAS DO MUNICÍPIO ESTÃO ENVOLVIDAS NO CRIME

O Delegado de Polícia Civil Walisson Damasceno e os investigadores da Policia Civil de Uruará, Sílvio Alex e Célio Salvador, estiveram nesta quinta-feira (18) esclarecendo ao vivo no JORNAL O REGIONAL da Rádio Regional FM 91.3 (http://www.regionalfmuruara.com.br/), sobre as investigações referentes ao Assalto às Agências dos Bancos do Brasil e Banco da Amazônia, realizado no dia 10 de junho.

Segundo a polícia foram identificados 4 dos 7 assaltantes dos bancos.  O investigador Silvio Alex Leal da Silva disse que as buscas na mata continuam e os mandados de prisão já estão sendo pedidos pra justiça. Um dos carros que eles queimaram, uma S-10 prata, foi furtada em Porto Velho – Rondonia, no dia 03/05/15, o mais importante é que não houve vítimas de baleamento e parte do bando já conseguimos identificar. Assim que prendermos os bandidos, todos os demais envolvidos também serão presos. É o mesmo bando que assaltou o Banco do Brasil de Uruará o ano passado”, disse o Policial.

O delegado disse que entre os criminosos identificados está um elemento de apelido Cearazinho que é um elemento perigoso e a esposa dele estaria comandando o assalto. “As buscas pelos assaltantes continuam na floresta. Encontramos há alguns dias um malote que eles abandonaram por conter apenas boletos e cheques. De acordo com o que apuramos eles levaram entre 700 mil a 1 milhão de reais em dinheiro das agências bancárias. Já iniciamos as oitivas de testemunhas e reféns e as investigações continuam”, asseverou o delegado Walison Damasceno.

Segundo a Polícia Civil, pessoas de Uruará estão envolvidas no assalto. “Sabemos de pessoas de Uruará envolvidas no crime”, revelou Sílvio Alex.

A Polícia Federal e a polícia civil especializada a assalto a banco da Divisão de Repressão ao Crime Organizado do Pará (DRCO) estão em Uruará ajudando nas investigações do assalto.

A entrevista aconteceu ao vivo no Jornal O Regional que vai ao ar de segunda a sexta as 12 horas na Rádio Regional 91.3 FM de Uruará, transmitido também pela Rádio Regional 88.5 FM de Brasil Novo e Rádio Regional 88.5 FM de Aveiro, emissoras do Sistema Regional de Comunicação.

A entrevista foi feita por Joabe Reis

ASSALTO ÀS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM URUARÁ

IDENTIFICADOS 4 DOS ASSALTANTES DOS BANCOS EM URUARÁ

O Delegado de Polícia Civil Walisson Damasceno e investigadores da Policia Civil de Uruará, Sílvio Alex e Célio Salvador, estão neste momento informando ao vivo na http://www.regionalfmuruara.com.br/ , pelo JORNAL O REGIONAL, sobre as investigações referentes ao Assalto às Agências dos Bancos do Brasil e Banco da Amazônia, realizado no dia 10 de junho.

4 DOS ASSALTANTES FORAM IDENTIFICADOS

Segundo o policial Silvio Alex Leal da Silva, foram identificados 4 dos 7 assaltantes dos bancos do Brasil e da Amazônia de Uruara, as buscas na mata continuam e os mandados de prisão já estão sendo pedidos pra justiça.

"O segundo carro que eles queimaram, uma S-10 PRATA eles furtaram em Porto Velho no dia 03 /05/15 ,o mais importante é que não houve vítimas de baleamento e parte do bando já consequimos identificar. Assim que predermos eles, todos envolvidos também serão presos. É o mesmo bando que assaltou o Banco do Brasil de Uruará o ano passado", disse o Sílvio Alex.


terça-feira, 16 de junho de 2015

PLACAS

AMBULÂNCIA DO MUNICÍPIO DE PLACAS EM CONDIÇÕES PRECÁRIAS É APREENDIDA NA BR-163 EM SANTARÉM

Uma ambulância foi apreendida durante fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na Rodovia BR-163, em Santarém, oeste do Pará, na noite de segunda-feira (15).

Segundo a PRF, o veículo que pertence ao município de Placas está em condições precárias. Quase todas as luzes da sirene estão quebradas e as que restaram foram amarradas com uma corda.

A PRF informou que a ambulância não tem licenciamento para transportar pacientes e apresenta outras irregularidades, expondo os pacientes a riscos. “A ambulância estava trafegando sem placa. Solicitamos que ela encostasse. Quando fizemos a solicitação dos documentos ela não tinha. As condições gerais dela, para-brisa trincado e o vidro traseiro já inexistente que foi substituído por uma tábua. É um veículo que deveria ter uma condição melhor por estar transportando pessoas com necessidade de tratamento de saúde e está em condições bastante precárias. Oferece risco para quem está conduzindo, para quem está sendo conduzido e para as pessoas que estão transitando próximo”, disse o PRF, Ney Oliveira.

Ainda segundo a PRF, a habilitação do motorista está vencida.

Não conseguimos contato com a secretaria de saúde de Placas pra falar sobre o assunto.

As informações são do G1 Santarém

INFORMAÇÕES SOBRE O ASSALTO EM URUARÁ

GERENTE DO BANCO DA AMAZÔNIA, LIERCIO SOARES, DIZ QUE É OBRIGAÇÃO DA PM FAZER A GUARNIÇÃO NA FRENTE DAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS

Após seis dias do assalto ocorrido nas agências bancárias do banco da Amazônia e banco do Brasil na cidade de Uruará (PA), a agência do banco da Amazônia voltou a funcionar nesta terça-feira, 16, mas apenas para o atendimento externo nos caixas eletrônicos com depósitos, saques e pagamentos. A previsão é de que o atendimento interno na agência será retomado em 30 dias, o mesmo depende da recolocação das portas de vidro destruídas pela ação dos criminosos.

As informações foi passada pelo próprio gerente da agência, Liércio Soares, que conversou conosco por telefone nesta terça-feira, o gerente ainda respondeu sobre o fato de a PM não ter sido comunicada sobre o abastecimento bancário feito pelo carro forte na tarde de quarta-feira, 10 de junho, quando houve o assalto nas agências bancárias cometido por um bando fortemente armado. “O banco da Amazônia já voltou a funcionar, mas apenas o caixa eletrônico, terminal para atendimento tanto para saque quanto para depósito, pagamentos de boletos e transferência até de Doc. O atendimento interno ainda não porque ainda falta liberar a parte de vidros temperados que não tem no município e a previsão que a vidraçaria passou pra nós é de 30 dias, por isto o atendimento interno não tem condições ainda e só deve voltar a funcionar dentro de 30 dias, mas o externo já está funcionando normal”, informou.

Os funcionários da agência foram encaminhados para um especialista após o assalto, segundo o gerente. “Os funcionários a gente encaminhou para um clínico geral, pra avaliação com um médico psicólogo também, mas eles estão bem de saúde, apenas dois acabaram pegando atestado médico pra cuidar melhor da saúde, mas não houve nada que ferisse a integridade física deles, o abalo foi mais emocional do que físico”, disse.

Liércio Soares respondeu ao que disse o major Márcio Abud, comandante da Polícia Militar em Uruará sobre o fato da PM não ter sido informada sobre o abastecimento das agências bancárias pelo carro forte no dia do assalto. “Na verdade não houve nenhum abastecimento aqui no banco da Amazônia, agora a obrigação da seguridade pública é do estado, o banco não tem que ficar avisando essa questão, agora assim, o banco abre 10h e fecha às 15 horas, é obrigação da polícia militar fazer a guarnição na frente de todas as agências bancárias, o fato é que eles não estavam aqui, estavam em alguma cerimônia lá em Altamira, e acabou acontecendo. Eu acredito que todo dia é dia de prevenir, então a polícia tem a obrigação de fazer a prevenção”, finalizou Soares.

As informações são de Joabe Reis

ASSALTO ÀS AGÊNCIAS BANCÁRIAS DE URUARÁ

PARTE DA QUADRILHA QUE ASSALTOU AS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM URUARÁ JÁ FOI IDENTIFICADA

O delegado da Polícia Civil de Uruará, Walison Damasceno, que também está à frente das investigações do assalto as agências do banco do Brasil e banco da Amazônia, da cidade de Uruará, ocorrido no dia 10 de junho de 2015, disse que a polícia já identificou parte da quadrilha que cometeu o assalto nas agências. Segundo o delegado, foi encontrado um malote apenas com cheques na localidade do travessão 190 norte, próximo ao veículo utilizado na fuga do bando que foi abandonado pelos criminosos. 

Ainda de acordo com Damasceno, parte da quadrilha identificada não é da região, são de outros estados, e as investigações continuam na parte da inteligência da polícia.

A polícia segue a procura dos assaltantes.

LUTO

MORRE NO HOSPITAL REGIONAL DA TRANSAMAZÔNICA CONHECIDO FOTÓGRAFO DE URUARÁ DEPOIS DE SOFRER ACIDENTE DE TRÂNSITO

No domingo, dia 14 de junho, acabou falecendo no Hospital Regional da Transamazônica em Altamira o senhor Edgar Alves Macedo, conhecido por todos na cidade de Uruará pelo seu trabalho como fotógrafo, mas seu Edgar também contribuiu muito para o desenvolvimento do Rádio em Uruará (PA), pois gostava do rádio.

Na igreja Presbiteriana ele era incansável.

Para os amigos e familiares é uma triste despedida, também é muito triste para nós profissionais da comunicação. Seu corpo será transladado para o estado do Mato Grosso, onde será sepultado perto de seus pais, essa foi uma decisão dos seus irmãos que moram no referido estado, no entanto a família agradece a todos os amigos da cidade de Uruará pelo carinho que sempre tiveram com o seu Edgar Alves Macedo.

Edgar Alves Macedo foi vítima de um acidente de trânsito ocorrido na quinta-feira, 11 de junho, acidente ocorrido no centro da cidade de Uruará quando ele atravessava a Rodovia Transamazônica em sua moto biz e dois adolescentes de motocicleta colidiram com ele.

Edigar foi socorrido e levado de avião para o Hospital Regional da Transamazônica em Altamira, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos.

Nossas condolências aos familiares.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

ERALDO PIMENTA ENTRE AS PERSONALIDADES MAIS INFLUENTES DO PARÁ

DEPUTADO ESTADUAL ERALDO PIMENTA É ESCOLHIDO UMA DAS PERSONALIDADES MAIS INFLUENTES DO PARÁ

É incontestável a liderança do Deputado Eraldo Pimenta (PMDB), eleito para o seu primeiro mandato, Pimenta, já se destaca entre os parlamentares mais atuantes da ALEPA.

Essa atuação junto com o trabalho realizado ao longo da sua vida pública como vereador, presidente da câmara de vereadores, prefeito de Uruará por dois mandatos, presidente da AMUT, do Consórcio Belo Monte, fizeram com que os paraenses do estado reconhecessem e votassem no Deputado Eraldo Pimenta.

A pesquisa foi realizada pelo Blog do Bacana um dos Blogs mais acessados do Brasil. O deputado Eraldo Pimenta aparece entre as 50 personalidades mais influentes do estado do Pará.

Veja a matéria do blog do Bacana no link:
http://www.blogdobacana.com.br/destaques/os-eleitos

INFORMAÇÕES SOBRE O ASSALTO EM URUARÁ

MAJOR MÁRCIO ABUDE DIZ QUE PM NÃO FOI COMUNICADA DO ABASTECIMENTO BANCÁRIO QUARTA-FEIRA, DIA DO ASSALTO

O comandante da 13ª Companhia Independente da Polícia Militar de Uruará, Major Márcio Abude, disse nesta segunda-feira, 15, que a Polícia Militar do município, não foi avisada do abastecimento bancário realizado pelo carro forte na tarde de quarta-feira, 10, quando após o abastecimento houve o assalto às agências do banco da Amazônia e banco do Brasil cometido por bando fortemente armado. Segundo o major se o bando não for preso eles retornarão por terem informações privilegiadas.

“A população precisa saber a verdade sobre o assalto, não quero aqui acusar ninguém, as investigações serão feitas pela Polícia Civil e Polícia Federal que estão aqui no município. Há 9 meses implantamos aqui um policiamento bancário e toda vez que vai chegar carro forte transportando grande quantidade em dinheiro para abastecer os bancos da cidade nós somos avisados pelo tesoureiro do banco do Brasil, e nós reforçamos a área, o CME, que é da Rotam, escolta o carro forte e nós temos conhecimentos que vai chegar esses valores de 2 milhões de reais, três milhões de reais, então há 9 meses que nós empregamos esse policiamento, quando arriscamos as nossas vidas. Ficam 4 a 5 policiais na frente do banco do Brasil, 4 a 5 na frente do banco da Amazônia e 4 a 5 na frente da Caixa Econômica, isso sempre quando haviam pagamentos altíssimos de 500 mil reais acima. Até pagamentos que saíam aos sábados nós éramos avisados e a viatura da PM sempre se fazia presente. Eu havia sido informado que na segunda-feira, dia 8, iria chegar uma quantidade grande de dinheiro para pagamento e nós fizemos todo aquele aparato policial. E também tomamos conhecimento de que na terça e quarta não haveria ter pagamento na cidade, só iria haver pagamento na quinta e sexta. Na terça-feira não teve pagamento, foi tudo tranqüilo, só que na quarta-feira para a surpresa nossa houve o abastecimento desse carro forte na Caixa Econômica Federal (para levar o dinheiro para o banco do Brasil e o banco da Amazônia), senhores, nós não fomos avisados de nada, mas mesmo não avisados todos os dias são empregados 16 a 20 homens de segunda a sexta na área bancária, nesse dia haviam 16 policiais militares. E nós não fomos avisados desse abastecimento de quarta-feira a tarde”, esclareceu.

O major questionou: “Por que não chegou essa informação para a polícia militar se a 9 meses nós vínhamos fazendo esse trabalho de policiamento bancário? E agora está aí no que deu e a população ficou prejudicada. Há um estrelismo muito grande e veja no que deu. A gente não quer aqui tirar a culpa da polícia militar, mas se tiver policiais na frente do banco eles não entram, mas depois que eles tomam as pessoas de refém não podemos fazer nada, não podemos atirar, a polícia não pode agir quando há refém. Então tem-se que investigar por que a PM não foi avisada, não vou acusar ninguém. Tudo que nós fizemos nos 9 meses de policiamento bancário foi por água a baixo porque não fomos avisados da situação. O valor levado (que seria de aproximadamente R$ 700.000,00) foi muito pequeno para a estrutura de assalto montada na quarta-feira era para levar 3 a 4 milhões de reais, o valor foi irrisório, eles foram certinho no Banco da Amazônia, foram certinho no banco do Brasil, como eles sabiam que o carro forte estava abastecido de dinheiro? Naqueles malotes poderiam estar cheques, boletos e notas velhas de dinheiro. Se não prender esses caras eles vão voltar aqui por terem informações privilegiadas, não estou aqui acusando ninguém, mas se não prender esses caras eles vão voltar de novo”, alertou o major.

O assalto a agência bancária do banco da Amazônia e banco do Brasil, ocorreu por volta das 14 horas de quarta-feira, 10 de junho de 2015. A polícia continua com as buscas aos assaltantes que na fuga entraram na vicinal do km 190 norte da Transamazônica, zona rural de Uruará e lá se embrenharam na floresta.

sexta-feira, 12 de junho de 2015

ERALDO PIMENTA EM AÇÃO - PARLAMENTAR JUNTO AOS RURALISTAS

ERALDO PIMENTA SE REÚNE COM PRODUTORES NA FEDERAÇÃO DE AGRICULTURA E PECUÁRIA DO PARÁ (FAEPA) DURANTE O 43º ENCONTRO DE PRODUTORES

O deputado Estadual do Pará, Eraldo Pimenta (PMDB), se reuniu na manhã desta quinta-feira (11), na Federação de Agricultura do Estado e Pecuária do Pará (FAEPA), com agricultores da região Oeste do Pará durante o 43º encontro de produtores.

Mais de 200 pessoas puderam participar das palestras, com questionamentos direcionados, onde esclareceram dúvidas e conheceram sobre vários temas e tiradas as dúvidas sobre o Programa Sindicato Forte, Protocolo de intenções assinado com o Governo do Estado sobre o CNA Card, Inquérito Soro Epidemiológico-Brucelose-Tuberculose, Rede e-Tec, Pronatec, Centro de Excelência da Palma de Óleo, Evolução do Senar, investimentos do BID em quatro cadeias do agronegócio estadual, foram temas dos debates.

Além do deputado Eraldo Pimenta, o evento contou com a presença do vice-presidente diretor da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Mário Borba, do coordenador nacional do Programa Sindicato Forte (PSF), Celso Botelho, e do secretário-executivo do Senar, Daniel Carrara.

De Uruará, se fizeram presentes: Tarcisio Quanz, agricultor e funcionário da Embrapa de Uruará e Givaldo Araújo de Medicilândia, hoje proprietário de cartório em Icoaraci e representante de produtores de Medicilândia.

VIOLÊNCIA IMPERA EM URUARÁ

BANDIDOS ARMADOS ASSALTAM COMÉRCIO DO BAIRRO JARDIM MORUMBI

A criminalidade segue desenfreada em Uruará. Por volta das 20 horas e 30 minutos desta quinta-feira, 11, dois homens armados invadiram um estabelecimento comercial do Bairro Jardim Morumbi, na zona oeste da cidade de Uruará.

As portas do comércio ainda estavam abertas no momento do assalto, dois homens usando capacete chegaram numa moto, um deles sacou um revolver e rendeu o dono do estabelecimento. A ação foi rápida, os criminosos pegaram o dinheiro que estava no bolso do pequeno empresário e o dinheiro que estava na gaveta do caixa e fugiram em seguida em direção do Bairro Pimentolândia, na zona sul da cidade levando cerca de R$ 1.000,00, ao sair do comércio ainda fizeram disparos com a arma de fogo, ninguém foi atingido pelos disparos.

Toda a ação dos bandidos foi presenciada pelo filho do empresário de apenas 9 anos de idade. De acordo com a vítima os criminosos eram de cor branca, 1,70m de altura, magro e de bigode.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

ERALDO PIMENTA EM AÇÃO - COBRANDO SEGURANÇA

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO PARÁ REALIZA SESSÃO ESPECIAL PARA DISCUTIR A EXPLOSÃO DE VIOLÊNCIA NO PARÁ

O Deputado Estadual de Pará, Eraldo Pimenta (PMDB), informou que foi convocada nesta quinta-feira (11), uma Sessão Especial na Assembléia Legislativa do Pará (ALEPA), com o Tribunal de Justiça do Estado (TJE), O Ministério Público do Estado (MPE) a Defensoria Pública, a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará (SEGUP), além da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para discutir a Explosão de Violência em que se encontra o Estado do Pará.

Neste momento, o secretário de Segurança Pública do Estado do Pará, General Jeannot Jansen, explica à Assembléia com relação à explosão de violência que se encontra o estado do Pará.


O deputado Eraldo Pimenta, em seu pronunciamento falou do assalto as agências bancárias em Uruará e da falta de investimento para Uruará e Região Oeste do Pará. “Tem dinheiro. Tem Recurso. O problema é que o Governo do Estado não investe”, disse o parlamentar representante do Oeste do Pará.

video

ENQUANTO A VIOLÊNCIA EXPLODE JATENE VAI PASSEAR

SIMÃO JATENE (PSDB) JÁ SE PREPARA PARA NOVA VIAGEM AO EXTERIOR CUSTEADA PELO CONTRIBUINTE

Mal desembarcou da Argélia e o governador do Pará Simão Jatene (PSDB) já se prepara para nova viagem ao exterior custeada pelo contribuinte. Desta vez, o destino é a ensolarada Barcelona para onde Jatene deve embarcar no próximo dia 13. O pretexto é a Reunião dos Governadores da Amazônia e Lideranças Internacionais, a ser realizado nos dias 16 e 17 de junho, mas como adora dar uma esticadinha pela Europa, Jatene pediu à Assembléia Legislativa autorização para se ausentar do Estado dez dias (entre 13 e 22).

O destino, segundo fontes do Palácio dos despachos é Paris. O governador vai ficar com sua família em um dos HOTEIS mais luxuosos da capital francesa. Neste período, para não dar na vista, entre 18 e 22 não haverá pagamento de diárias, mas entre 13 e 15, os paraenses pagarão a conta.

A aprovação do pedido de autorização na AL causou protestos da oposição. O petista Carlos Bordalo cobrou, do governo, o relatório da viagem à Argélia, para onde Jatene viajou a pretextos de atrair INVESTIMENTOS para o Estado, mas teve como único compromisso oficial visita a uma empresa que já investe no Estado desde 2013. O pedido aprovado ontem foi o terceiro apenas neste ano.

As viagens de Jatene, no exercício do mandato não trazem benefícios para o Estado e geram uma enxurrada de críticas desde o primeiro mandato. Entre 13 e 24 de abril Jatene iria viajar para o Qatar, na Ásia; e para Cambridge, na Inglaterra, mas enviou sua filha Izabela Jatene para o Qatar, ocasião em que ela se exibiu no facebook postando fotos.

Como de praxe, não há informações sobre os resultados da missão.

A viagem a Argélia teria doze dias, mas diante das críticas e de denúncias feitas pelo Diário, acabou encurtada. Em dezembro de 2013, Simão Jatene viajou para Doha, capital do Qatar, em plena greve dos delegados de Polícia. A justificativa foi retribuir a visita da rainha Mozah, do Qatar, que esteve no Pará em setembro daquele ano, quando foram acertados os detalhes da viagem. Com Jatene viajaram também a secretária adjunta de Saúde, Heloísa Guimarães, e a então coordenadora do Pro Paz, Izabela Jatene, primeira-filha do governador.

Em setembro de 2012 o governador e comitiva estiveram em Tóquio, no Japão, assinando com a Agência Internacional do Japão (Jica) empréstimo no valor de R$ 320 milhões para o projeto de implantação do Bus Rapid Transit (BRT) para integrar o novo traçado de vias de trânsito em Belém e mais quatro municípios da Região Metropolitana. Dois anos e oito meses depois o BRT continua no papel.

A mais escandalosa das viagens, contudo foi em maio do ano passado, quando governador e uma extensa comitiva saíram de Belém em direção à França para receberem o certificado da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) de que o Pará é área livre da febre aftosa, documento importante para o Estado, mas que poderia ter sido enviado por via postal, economizando assim recursos públicos para INVESTIMENTO para reformar escolas e melhoria dos salários dos professores já que há uma frequente reclamação da falta de recursos para investir na área de educação.

(Diário do Pará)

ASSALTO ÀS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM URUARÁ

POLÍCIA FAZ BUSCAS AO GRUPO QUE ASSALTOU BANCOS EM URUARÁ

As polícias Civil e Militar, com apoio de um helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), fazem no município de Uruará, buscas ao grupo de criminosos que atacou as duas agências bancárias na tarde desta quarta-feira (10).

Segundo o delegado Rodrigo Leão, policiais civis do Núcleo de Apoio à Investigação de Santarém e da superintendência da polícia no Xingu já estão em Uruará. O helicóptero Gavião 8, do Graesp de Altamira, sobrevoa a cidade para auxiliar as buscas.

Policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos e do Grupo de Pronto-Emprego (GPE), equipe tática da Polícia Civil, foram deslocados de Belém para ajudar nas investigações.

ASSALTO ÀS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM URUARÁ

BANDO FORTEMENTE ARMADO ASSALTA AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM URUARÁ

No início da tarde desta quarta-feira, 10, um bando fortemente armado, composto por pelo menos seis homens, tocou terror na cidade de Uruará. Fazendo vários disparos o Bando fez reféns e assaltou a agência do Banco da Amazônia e a agência do Banco do Brasil.

Os assaltantes usaram da mesma prática de assaltos anteriores, fazendo um escudo humano em frente às agências e atirando muito para todos os lados enquanto pegavam o dinheiro em ação que durou cerca de 30 minutos.

A Polícia Militar chegou a trocar tiros com os bandidos no centro da Cidade. A população ficou apavorada.

Durante o assalto os telefones celulares não funcionaram na cidade.

A fuga do bando foi efetuada em três carros, uma L200 Savana, uma S10 prata e uma Pajero Dakar branca. Segundo informações os assaltantes entraram na agrovila Bela Vista, km 190 da Transamazônica, a 10 km do centro urbano, e tomaram a vicinal norte do km 190, onde segundo informações 5 reféns foram liberados. Pouco tempo depois todos os reféns foram liberados.

A polícia segue no encalço dos bandidos. Ainda não se sabe os valores levados das agências bancárias. Durante a fuga os assaltantes atearam fogo num dos veículos usados por eles.
Mais uma vez Uruará vive momentos de terror e angústia! Por anos consecutivos assistimos a atuação de quadrilhas organizadas assaltando nossos bancos em Uruará e Região, e dessa vez o assalto foi às duas agências bancárias simultaneamente, a do banco de Brasil e do Banco da Amazônia! O Governo do Estado deveria ter uma ação mais enérgica e eficiente em relação a estes assaltos que se tornaram rotineiros em nosso município!!!

Pesquisar este blog

Carregando...